Fechar Menu

Filtro por categoria: Redes Sociais

Facebook Entrar – Veja Aqui Como Entrar No Facebook

Entrar no Facebook (Login) – Se você está com dificuldades em fazer login no Facebook, e aproveitar todo o vasto entretenimento que o site pode oferecer, este artigo lhe será de grande valia. Abaixo você poderá ter todas as respostas para suas dúvidas com relação ao Facebook, que é a maior rede social do mundo.

Pode ser extremamente fácil fazer o face login, para usuários que já estão acostumados com a rede. Mas sempre tem aqueles que podem ter alguma dificuldade. Para estes, seguem as dicas de como entrar no face.

Mas, se você ainda não tem uma conta, veja nosso outro artigo de como criar uma conta no Facebook.

Entrar no Face (Login) – Como Fazer Login no Facebook

Se você já é cadastrado, e gostaria apenas de entrar no Facebook, basta entrar no seguinte endereço: https://facebook.com No canto superior direito do site, você deverá entrar com seu e-mail ou telefone e a senha de acesso. Feito isso, basta clicar no botão “Entrar” para fazer seu login.

Entrar no Face – Login / Imagem: Facebook

É importante ver se já não tem ninguém conectado no Facebook no seu computador. Se tiver, vá até a seta no canto superior direito da página inicial e selecione a opção “Sair”. Depois, então, faça o login com sua conta do face.

Não consigo entrar no Facebook (face login)

Se você esqueceu a senha de login do Facebook, existe alguns passos que você pode seguir para redefinir a sua senha. Leia nosso tutorial para aprender como recuperar senha do Facebook.

Caso você não consiga entrar no Facebook por algum outro motivo, veja se as dicas abaixo não irão te ajudar.

Verificação de segurança

O Facebook implantou uma verificação de segurança para as contas, onde você precisa reconhecer quem são alguns de seus amigos a partir de fotos aleatórias mostradas à você.

Essa verificação foi desenvolvida para proteger a sua conta de logins suspeitos, como de outros computadores ou de países diferentes.

Caso você tenha problemas para identificar os seus amigos nas fotos de Iphone 6s, espere algumas horas e tente entrar no facebook outra vez.

Mensagem de vírus ao entrar no Facebook

Se você vê uma mensagem do Facebook alertando sobre vírus, ao entrar no face, dizendo que você precisa limpar o seu computador com um antivírus, isso significa que os sistemas do Facebook identificaram publicações mal-intencionadas ou spams vindo da sua conta, o que leva a crer que seu pc está com vírus, ou caso esteja acessando do celular, pode existir a possibilidade do virus para android se disfarça de aplicativos populares para roubar dados.

O Facebook tem parceria com empresas fornecedoras de antivírus, como a F-Secure e a Trend Micro. Assim, se você ver a mensagem de vírus, basta seguir as orientações na tela que o antivírus do Facebook vai tentar detectar e remover o vírus para você.

Erros do Facebook Login

Se você não consegue entrar no face, e vê uma mensagem de erro dizendo que os cookies não estão habilitados no seu navegador, saiba agora como resolver esse problema.

No Internet Explorer, vá no canto superior direito e clique no ícone da engrenagem. Depois, clique em “Opções da Internet”. Na janela que abrir, escolha a aba “Privacidade” e clique na opção “Avançado”.

Na próxima janela, marque as seguintes opções:

  • Ignorar manipulação automática de cookies
  • Cookies Internos – Aceitar
  • Cookies de Terceiros – Aceitar
  • Sempre permitir cookies de seção

Entrar no Facebook / Imagem:

Depois, tente entrar no face (login) outra vez para ver se o erro persiste.

Se você utiliza o Google Chrome, tente esta solução.

O Facebook é a maior rede social do planeta com mais de 900 milhões de usuários. Isso significa que quase todo mundo que você conhece deve estar por lá. Se você ainda não tem uma conta na rede, deve estar com dúvidas para saber como você pode entrar no Facebook. Por isso criamos um guia para te ajudar a entrar, criar sua conta e ainda aprender tudo passo-a-passo de como funciona e o que dá pra fazer lá dentro.

O Facebook é a maior rede social do mundo com quase 1 bilhão de usuários!

Tudo que você precisa para fazer um facebook é uma conta de e-mail, pode ser de qualquer provedor, pois quando fizer o cadastro no site, irá receber um e-mail com verificação e aí sim poderá aproveitar tudo que o facebook tem de melhor. Depois que ativar ativada a sua conta, ele procura dentro dos seus contatos do e-mail, quais são seus amigos lá, para você começar a interagir, é tudo bem simples e fácil.

MAS, VAMOS PELO COMEÇO, O QUE É FACEBOOK?

Facebook: tudo que você precisa saber

O Facebook é um site em forma de rede social, cada usuário tem uma página, chamada de perfil, lá você coloca tudo sobre você, sua idade, sexo, seus interesses, interesses em relacionamentos, fotos, vídeos, programas de tv que gosta e músicas e cantores. As pessoas podem ver sua página e vão saber se os gostos são parecidos.

Existe o seu mural, que você pode colocar pensamentos, frases, trechos de música, fotos e etc. E por lá você também acompanha o mural dos seus amigos.

Outro recurso interessante do site são as fanpages. Você pode se tornar fã de alguma página. Existem páginas de marcas como: Coca-cola, Nike, Halls, Levis e etc. Também de personalidades como o Facebook do Neymar, Kaká, Gisele Bunchen, Isis Valverde, Rafinha Bastos e etc. Basta você apertar o botão “curtir” que você vira fã e recebe todas as novidades no seu Mural. Tudo que eles postarem (falarem) você recebeu no seu Facebook.

COMO ENTRAR NO FACEBOOK

Siga os passos abaixo:

  • Entre no site www.facebook.com
  • Na página inicial procure o título Cadastre-se
  • Preencha os dados que pede como Nome, email e data de aniversário
  • Clique no botão verde “Cadastre-se” abaixo do formulário
  • Siga os passos das próximas telas.
  • Insira uma senha.

Depois que você tiver com o cadastro pronto e ativado sua conta pelo e-mail, basta logar no site, toda vez que você quiser entrar no facebook. A área de login fica no topo ao lado da logo, no lado superior direito. Ali você coloca primeiro o seu e-mail e depois a sua senha e aí clica no botão “entrar”.

Depois é só preencher o seu perfil com todas as suas informações e postar coisas dentro do seu mural, para se relacionar com seus amigos.

APLICATIVOS, JOGOS E MUITO MAIS

Para quem pensa que a rede vive só de amizades e tirinhas engraçadas, esta muito enganado. Você pode instalar uma série de aplicativos para empresas e outros que turbinam ainda mais o seu profile e te dão uma série de opções. Nos jogos destaque para o super premiado FarmVille (a galera do Orkut deve conhecer por mini fazenda) e vários jogos bacana da Zynga.

O Aplicativo do Yahoo para facebook é bastante interessante e muita gente está usando também. Agora tem um aplicativo que você pode ver quem te excluiu como amigo, esse provavelmente é para os solteiros que estão a procura de um amor e querem saber se a cantada deu certo ou não.

Tirinhas Facebook

As tirinhas viraram uma verdadeira febre dentro do Facebook. Isso acontece porque muitas retratam de maneira engraça e divertida coisas do cotidiano, as pessoas se identificam e compartilham como se não houvesse amanhã. Os memes também se tornaram muito populares e estão invadindo as timeline’s brasileiras.


Melhores Aplicativos do Facebook para Empresas

Confira alguns dos melhores aplicativos do Facebook para Empresas e melhore a divulgação de seus produtos e serviços…

Fan Pages personalizadas tem o poder de converter muito mais visitantes em fãs. Fora a personalização das capas e imagens de perfil, é possível personalizar também os aplicativos que ficam ao lado da descrição da página.

Existem alguns aplicativos que podem ser muito úteis para o seu negócio como aplicativos de chat, vídeo, top fãs, promoção, entre outros que podem ajudar sua empresa a se relacionar ainda mais com seus clientes. O grande problema é que a maioria destes aplicativos estão em inglês.

Fizemos uma seleção dos 10 melhores aplicativos do Facebook para Empresas. Confira:

MELHORES APPS DO FACEBOOK PARA EMPRESAS

1. Pagemodo

O Pagemodo oferecere uma galeria de templates para que você possa criar um aplicativo personalizado sobre sua empresa.

Além dos templates institucionais, o Pagemodo ainda disponibiliza uma vitrine de produtos com o botão comprar.

2. WooBox

O WooBox oferece alguns tipos de aplicativos de graça como cupons e template de páginas, igual o Pagemodo. Os cupons funcionam a partir de um cadastro do fã que deve divulgar o cupom para os amigos e enviar seu e-mail.

Você pode configurar o valor destes cupons para que sejam utilizados em seu e-commerce ou lojas físicas.

3. Live Chat

O Live Chat permite que você disponibilize um bate papo com seus clientes. É necessário que alguém fique sempre atento a novas mensagens.

4. YouTube

O YouTube é uma aplicativo também gratuito que cria uma galeria com os seus vídeos dentro do Facebook.

É interessante para publicação de vídeos institucionais, de produto, webinars, entre outros.

5. Pinterest

O aplicativo para Facebook do Pinterest é muito interessante para exposição de produtos.

Integrado com a plataforma do Pinterest, permite que seus boards sejam visualizados dentro do Facebook.

6. Like Store

Brasileira, a LikeStore permite que você crie um e-commerce dentro de sua página no Facebook. O meio de pagamento utilizado é o MOIP e a instalação é gratuita.

Como todos os sistemas de pagamento, ele também cobra uma taxa por transação. Verifique os valores atualizados no site da LikeStore.

7. Yes Ganhei

O aplicativo para promoções no Facebook Yes Ganhei é um de nossos favoritos. Integrado com o Open Graph, permite que você crie o sorteio de um ou mais produtos onde os interessados participarão compartilhando a promoção.

As participações são compartilhadas na timeline, ticker e newsfeed dos participantes com uma imagem, link e um call to action para que outras pessoas participarem também.

8. Sorteie.me

O Sorteie.me é um pouco diferente do Yes Ganhei. Ele realiza um sorteio randômico entre todos os fãs da página.

Portanto, para o usuário participar de um sorteio através do Sorteie.me, basta curtir a sua página no Facebook.

9. LiveStream

O LiveStream permite que você faça streaming em vídeo para seus fãs.

Ideal para o lançamento de algum produto ou mesmo para um curso online aberto.

Você conhece algum outro aplicativo do Facebook para Empresas? Então deixe nos comentários abaixo! 

Facebook estuda métodos para monetizar conteúdo original

[vc_row][vc_column width=”1/1″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Facebook estuda métodos para monetizar conteúdo original

[/vc_column_text][thb_gap height=”12″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3790″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]O Facebook pode introduzir em breve uma nova forma para incentivar criadores de conteúdo a compartilharem seu material na rede social: uma pesquisa distribuída esta semana para um seleto grupo de perfis verificados incluía perguntas sobre qual o melhor método para fazer dinheiro com postagens.

Primeiro vamos explicar uma coisa: o Zuckerberg não vai dar dinheiro para autores de textões e fanfics. O que o Facebook pretende é aumentar cada vez mais o muro de seu jardim, desestimulando o usuário da rede social a procurar conteúdos fora da rede social. Várias medidas já foram tomadas nesse sentido, desde dar prioridade a seu próprio player de vídeo como proibir compartilhamento de links de redes externas, como o Tsu. O WhatsApp também restringe o compartilhamento de links do Telegram, mas essa é uma outra história.

Os Instant Articles são a nova tentativa do Facebook em manter o usuário o tempo todo dentro da rede. Produtores de conteúdo poderão usar a ferramenta para editar seus artigos, dando uma cara mais profissional e atraente a eles e claro, inserindo todo o conteúdo no site ao invés de fornecer um link externo. Pense no Facebook como um leitor de feeds estiloso, tal qual o Apple News. É por aí.

Embora o recurso agora esteja liberado para todo e qualquer produtor de conteúdo que deseja se inscrever, nem todos terão em tese a oportunidade de monetizar suas postagens. Em primeiro lugar, isso seria restrito apenas a contas verificadas. Segundo, é óbvio que o Facebook dará prioridade aos grandes veículos de mídia. Atualmente os Instant Articles já veiculam ads, esta seria uma forma de fazer dinheiro aceitável e mais transparente.

Outra seria a de adicionar uma “caixinha de gorjetas” nas páginas, para que o leitor deixasse um trocado diretamente na conta da página. Uma outra alternativa é a veiculação de anúncios entre as sugestões apresentadas após a exibição de vídeos. Conteúdo patrocinado (publieditoriais endossados pelo Facebook ou parceiros, por exemplo) também estariam entre as alternativas.

O Facebook disse ao The Verge que ainda está na fase de feedback, coletando as opiniões de todos que foram questionados. Não seria nada como permitir o surgimento de “Facebookers”, está mais como uma forma de engajar os grandes produtores de conteúdo e concorrer com outras plataformas que já remuneram os autores, como o YouTube.

Fonte: MeioBit[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Twitter terá ônibus com Wi-Fi gratuito nas Olimpíadas do Rio

O Twitter tem grandes planos para as Olimpíadas do Rio, que começam em pouco mais de cem dias. A empresa quer transformar a competição no evento mais tuitado da história, superando a Copa do Mundo de 2014.

Para isso, o Twitter vai tomar algumas medidas interessantes. Além de ter parcerias com cerca de 90% das marcas patrocinadoras dos Jogos Olímpicos, a companhia vai colocar para circular no Rio em agosto um ônibus que tem Wi-Fi gratuito.

Chamado Twitter Buzz, ele será a forma como a empresa espera cativar as pessoas a publicar conteúdos sobre o evento esportivo no microblogue.

“O Twitter Buzz nada mais é do que uma unidade ambulante, com telas digitais em vez de janelas. Serão exibidos os principais tuítes sobre os jogos olímpicos naquele instante, assim como contadores de tuítes sobre uma disputa ou o contador total das Olimpíadas. Ele é um hotspot, você pode se conectar e fazer login com a sua conta no Twitter para usar a internet”, afirmou Carlos Moreira Junior, diretor executivo de mídia do Twitter para a América Latina.

A ideia é que o ônibus se posicione em pontos estratégicos nos locais e horários das principais competições para “ativar a conversa com o público sobre o evento esportivo”, segundo o Twitter.

Vale notar, no entanto, que o Twitter Buzz é um protótipo e os locais geográficos e detalhes sobre o ônibus ainda podem sofrer alterações.

Parceiros do twitter.com

A empresa também trabalhará com parceiros, como as emissoras de TV.

Por conta do efeito chamado de segunda tela (quando as pessoas assistem a um programa de televisão e comentam sobre o que veem no microblogue), o Twitter terá um alerta audiovisual nos estúdios sobre os assuntos mais comentados em tempo real.

Outra medida é que os usuários do Twitter que têm muitos seguidores também ganharão recompensas, se iniciarem conversas com o seu público sobre as competições.

Um exemplo citado pela empresa foi um evento de envolvia a cantora Cláudia Leite, que chamou o usuário influenciador para acompanhar o show do carnaval em cima de um trio elétrico. No entanto, mais detalhes específicos sobre as Olimpíadas não foram compartilhados.

Essas são apenas algumas das medidas que o Twitter tomará para aproveitar o evento para aumentar a produção de conteúdo dos usuários. O engajamento do público na plataforma é de extrema importância para a empresa, assim como para o Facebook ou qualquer outra rede social.

Crescimento do Twitter

Por conta dos Jogos Olímpicos em agosto, o Twitter projeta um crescimento ousado: atingir um número com três dígitos na comparação anual.

Porém, a empresa não entrou em detalhes quanto a uma projeção de receita para terceiro trimestre.

Fonte: Exame

Por que sua empresa deve estar nas redes sociais?

Neste post vamos explicar os detalhes de possuir uma rede social para a empresa, suas características e benefícios que acarretam no crescimento da empresa como um todo.

Tão importante quanto ter um bom site, na internet, a participação em redes sociais é fundamental para o sucesso de seu negócio.

Fatores como credibilidade, confiança, atendimento com resposta rápida e proximidade ao público-alvo podem ser aliados da empresa se bem trabalhados por meio do social media marketing. Não é para menos. De acordo com estudos do mercado, cerca de 2,2 bilhões de pessoas em todo o mundo recorrem às redes sociais diariamente.

Basta fazer um teste: procure pela página de uma conceituada empresa e veja que esta não existe ou, mesmo que exista, é pouco ou nada atualizada. A decepção está garantida para o cliente. Para não deixar que isso aconteça à sua marca ou organização, alguns tópicos devem ser levados em consideração. Veja quais e aproveite mais este canal de comunicação com os seus clientes. Você não irá se arrepender.

Comportamento do consumidor

Entender o público-alvo é um importante parâmetro de sucesso para o seu negócio ou marca, não é mesmo? Desta forma, as redes sociais colaboram para que, além de causar a aproximação imediata com os clientes, você consiga avaliar o comportamento deles.

A maioria das redes sociais oferece estes dados com a geração de relatórios a poucos cliques. É possível saber qual o conteúdo mais interessante para uma determinada faixa etária, por exemplo. Sabendo usá-las, você ganha uma ferramenta de monitoramento.

Credibilidade e confiança

Assim que o consumidor acompanha sua página e percebe que ela, além de atualizada, responde a algumas questões de outros consumidores, a credibilidade e confiança ficam redobradas. O mais legal é que além de assuntos mais sérios, as redes sociais permitem que o humor seja também um canal de comunicação com o público, dentro da sua estratégia de social media marketing. Claro, se usado com responsabilidade.

Os fãs de sua marca

Conectadas umas às outras, as pessoas que participam das redes sociais são distribuidores gratuitos de conteúdo. Mas vá com calma: este conteúdo tem que ser relevante e informativo. Muitas vezes, se o conteúdo produzido atende às necessidades de quem o procura, estes usuários acabam se tornando uma espécie de embaixadores de sua empresa ou produto. Assim, viram porta-vozes de ideias e ideais da companhia.

O social media marketing

Referência para conquistar seu público, as redes sociais da empresa precisam ter um plano estruturado. Primeiramente, deve-se entender a importância de cada rede e em quais sua empresa ou marca tem que estar. Com uma estratégia focada em práticas de social media marketing, com estrutura e profissionais capacitados para avaliar o comportamento e deixar seus consumidores sentindo-se em casa, as redes sociais ajudarão a empresa a decolar.

Monitoramento

Espécie de termômetro da empresa ou marca, as redes sociais apontam exatamente o que cada um pensa em relação ao que você oferece. Tudo porque estas acabam por funcionar como uma espécie de serviço de atendimento ao cliente. Os clientes não estão satisfeitos com alguma coisa? As redes sociais também servem como um muro das lamentações.

É, portanto, um ótimo canal de comunicação, principalmente quando algo não saiu como planejado. Procure responder a todos, além de agradecer elogios, curtidas, compartilhamentos e toda a interação que for percebida em suas redes. Isso cria um ótimo relacionamento com o cliente, que pode até estar insatisfeito com alguma coisa, mas vai repensar o seu pesar se a resposta for clara, sincera e cheia de honestidade.

Fonte: DNA do Empreendedor

Facebook indica o futuro das redes sociais na próxima década

[vc_row][vc_column width=”1/1″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Facebook indica o futuro das redes sociais na próxima década

[/vc_column_text][thb_gap height=”12″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3776″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]O Facebook não quer ficar para trás, como aconteceu com outras redes sociais populares, como o MySpace e o Orkut. Por isso, a empresa anunciou nesta semana os seus planos de expansão para os próximos 10 anos, que envolvem chats inteligentes, conectividade global e óculos de realidade virtual mais discretos.

Mark Zuckerberg dividiu o futuro da empresa em duas fases: o planejamento para os próximos cinco anos e para a próxima década. Até 2021, a empresa vai melhorar e dar mais destaque para as transmissões de vídeos ao vivo em sua rede social e manter o foco nos seus aplicativos Messenger, WhatsApp e Instagram.

A ideia é fazer tudo isso ao mesmo tempo que a companhia continua a aperfeiçoar a pesquisa e os grupos no Facebook.

Será comum, na visão do Facebook, interagirmos com bots no Messenger. Quando mandarmos uma mensagem para uma empresa pelo app, receberemos respostas automáticas eficientes ao ponto de dispensar a necessidade de realizar ligações para um SAC.

Esses bots prometem ser bem melhores do que aqueles simples vistos nos tempos de MSN. Isso porque eles são o resultado dos esforços de inteligência artificial da companhia. Além de tirar dúvidas, eles poderão também ajudar o usuário a completar compras.[/vc_column_text][thb_gap height=”32″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3777″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]Agora, para os próximos 10 anos, a empresa tem planos mais ambiciosos e futurísticos. O Facebook acredita que a plataforma de realidade virtual estará amadurecida e nossa comunicação por esse mundo alternativo será possível.

Zuckerberg disse acreditar que os óculos de realidade virtual serão bem mais parecidos com óculos comuns, e não grandes como são hoje o Rift ou o Gear VR. Entretanto, o CEO mencionou também que esses acessórios poderão exibir imagens em realidade aumentada (que coloca imagens digitais sobre a sua visão normal). Até o momento, a empresa não chegou a investir nesse segmento.

Outro plano do Facebook é levar a internet a mais pessoas. Hoje, mais de 4 bilhões – que poderiam estar no Facebook – ainda não têm acesso a web.

A iniciativa Internet.org não é nova, ela existe desde 2013 e já conectou mais de 25 milhões de pessoas à internet. O que o Facebook disse que vai fazer nos próximos anos é continuar a expandir o projeto, que ainda precisa chegar a muitos países, e até mesmo usar drones que transmitem sinal de internet via laser em locais com pouca conectividade (ausência de cabos, no caso).

Como forma de reafirmar seu compromisso de conectar o mundo, o Facebook oferece o programa Free Basics, que dá acesso gratuito para a rede social e a alguns sites que a empresa considera importantes.

Fora isso tudo, a empresa ainda planeja desenvolver tecnologias de inteligência artificial para criar soluções mais inclusivas para o público, como leitura de fotografias para cegos, ou diagnósticos de problemas médicos, como câncer de pele, por meio de fotografias.

Se a empresa vai conseguir entregar tudo que planeja para os próximos 10 anos, ao mesmo tempo que mantém sua base de mais de 1 bilhão de usuários ativos na rede social, só o tempo dirá. No entanto, as intenções anunciadas pela companhia indicam que o futuro das redes sociais não está nos apps para smartphones por muito tempo, e, sim, na realidade virtual.

Fonte: Exame[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Desmascarando uma das maiores farsas da internet

[vc_row][vc_column width=”1/1″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Desmascarando uma das maiores farsas da internet

[/vc_column_text][thb_gap height=”12″][vc_column_text]

As pirâmides financeiras começaram a surgir bem antes do nascimento da internet, mas se tornaram ainda mais comuns conforme o acesso à web foi se popularizando ao redor do globo.

Estamos falando do clássico golpe no qual o indivíduo é convidado a trabalhar online, ganhando supostas comissões astronômicas por simplesmente convidar outras pessoas para dentro da empresa. Para ser admitido, porém, é necessário pagar uma taxa de inscrição.

A nova febre é a WebGD, que nasceu na era do compartilhamento e se aproveitou do fervor das redes sociais para se promover rapidamente.[/vc_column_text][thb_gap height=”12″][vc_video link=”https://www.youtube.com/watch?v=asCnwkFjCBQ”][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Entendendo a WebGD

De acordo com o próprio site oficial da companhia – que, por sinal, tem um design bastante pobre e pouco condizente com um empreendimento respeitável –, a WebGD oferece um emprego no qual você poderá trabalhar de casa, pelo computador ou celular, postando anúncios na internet e no Facebook. Não é necessário ter experiência. A página afirma que a marca se sustenta com a venda de seus três produtos, que nada mais são do que cursos online.

Porém, para conquistar a vaga, a WebGD pede que o candidato pague uma taxa de R$ 94 via boleto, transferência bancária ou cartão de crédito. Na teoria, esse investimento é referente ao consumo dos três produtos que citamos anteriormente. É só após a confirmação do pagamento que o escritório virtual é liberado e o internauta pode começar a fazer até R$ 800 por mês em seu tempo livre.[/vc_column_text][thb_gap height=”32″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3754″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]Parece o emprego perfeito, não é mesmo? Pois é, seria uma pena se a WebGD não fosse apenas mais um esquema de pirâmide financeira – embora a companhia negue isso em uma seção de perguntas e respostas no seu site oficial. Não é preciso ir muito longe para perceber a fraude. Basta se atentar a alguns detalhes que mostram que há algo de errado. O TecMundo foi atrás de indícios suspeitos e compartilhou com os leitores.

Situação fiscal e sede suspeita

Antes de mais nada, para ser considerada legítima, uma empresa precisa ser inscrita na Receita Federal. A WebGD de fato possui CNPJ (16.826.621/0001-69), e até mesmo exibe uma printscreen em seu site oficial para provar sua situação regular. Mas tem um detalhe: a imagem divulgada pela companhia está desatualizada. Se você visitar esta página do Ministério da Fazenda e informar o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica da companhia, verá que a inscrição da WebGD foi encerrada voluntariamente no dia 9 de julho de 2015.

Só isso já é motivo o suficiente para fazer com que a marca se complique com a justiça brasileira. Ao procurar o endereço no Google Maps que consta no cadastro da empresa – ela teoricamente está localizada na Rua Relvado, número 737, que fica no município de Encantado (RS). Trata-se de uma área rural, inacessível pelo Street View e aos pés da Rodovia Governador Sinval Guazzelli (RS-129).

Quais são as chances de existir um escritório para uma empresa séria em um lugar desses? Baixíssimas, podemos concluir. Como se não bastasse, o TecMundo tentou entrar em contato com os dois números de telefone que constam na inscrição do CNPJ da WebGD, mas não obtiveram retorno em nenhum deles. Ao investigar o domínio www.webgd.net, foi descoberto que apenas que ele foi registrado no dia 09 de novembro de 2012.[/vc_column_text][thb_gap height=”32″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3755″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Empresa de um homem só

Outro mistério acerca da WebGD é a figura de Michel, suposto gerente de produção da companhia. Trata-se do único “executivo” da WebGD que dá as caras ao público. O jovem, de apenas 23 anos, é autor de um depoimento fixado na página inicial do site da empresa. “Já faz quase 2 anos que venho trabalhando com a WebGD e estou muito contente com os resultados, nunca deixei de receber”, afirma. “Garanto que não estou ganhando rios de dinheiro, mas acredito ter conquistado minha liberdade financeira”.

O interessante é que, ao enviar um email solicitando respostas para qualquer dúvida que você tenha sobre o emprego, é Michel quem irá te responder. Ele mais parece ser o dono da WebGD do que apenas um gerente de produção. A situação ficou mais interessante ainda quando encontraram o perfil do indivíduo no Facebook – e, adivinhe, foram aparecendo mais indícios de que tudo não passa de uma farsa.

Embora o nome completo do executivo esteja cadastrado na rede social como Michel Dalberto Fritscher, a URL de sua conta é www.facebook.com/MichelFelipe7. Há uma grande diferença entre Fritscher e Felipe, não é mesmo? Além disso, o perfil tem pouquíssimas informações públicas e todas as suas fotos parecem perfeitas demais para uma pessoa de verdade (ele está sempre com “cara de galã”).

Ao enviar um pedido de amizade para Michel, e, apesar de não ter aceitado, ele enviou uma mensagem que era basicamente o mesmo texto pronto recebido por email. Após o gerente ser questionado a respeito do CNPJ baixado e do endereço suspeito da sede da WebGD, não receberam mais nenhuma reposta.[/vc_column_text][thb_gap height=”32″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3756″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

E os produtos?

Suspeitos também são os produtos comercializados pela WebGD. O primeiro deles é um curso em vídeo de como criar sites, ministrado pelo próprio Michel Felipe – ou Fritscher, que seja. Já o segundo é uma versão digital do livro “A Ciência Para Ficar Rico”, do escritor norte-americano Wallace Delois Wattles. Detalhe: a obra foi publicada pela primeira vez em 1910, sendo que Wattles faleceu no ano seguinte.

No Brasil, os direitos autorais da obra pertencem à Editora BestSeller, que desde 2004 faz parte do Grupo Editorial Record. Só eles (através das livrarias) podem comercializar o livro em território nacional – o que faz estranhar o fato de que a WebGD teoricamente ganhe dinheiro vendendo o eBook sem ter autorização para isso. O mesmo ocorre com o documentário “O Segredo”, de Rhonda Byrne, que é o terceiro produto ofertado pela marca.[/vc_column_text][thb_gap height=”32″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3757″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Quando a esmola é demais, o santo desconfia

Todos esses indícios apontam para um único cenário: a WebGD é apenas mais uma fraude que se aproveitou do poder das redes sociais para fazer dinheiro para seus donos. É fácil entender como o esquema funciona: o empregado A paga uma taxa para a empresa e recebe um link de referência para convidar outras pessoas para dentro da empresa. Os empregados B e C se cadastram e pagam a mesma taxa através do código do empregado A, que fica com uma pequena parte desse dinheiro.

“Uma pirâmide financeira, pela sua própria estrutura do negócio, pode demorar para começar a causar prejuízo, pois no início está mais fácil para os participantes (no topo da pirâmide) atraírem novos investidores, que estarão nos níveis inferiores da pirâmide e deverão atrair outros novos participantes, sucessivamente”, afirma o advogado Vinicius Pascoal, em entrevista ao TecMundo.

— Quem montar uma pirâmide financeira pode ser punido com seis meses a dois anos de prisão e multa 

Contudo, o especialista explica que esse sistema é insustentável e os indivíduos envolvidos logo se encontram em um beco sem saída. “Ocorre que, em um determinado momento, o ingresso de novos investidores vai minguar ou até mesmo parar, quebrando a estrutura de remuneração e causando prejuízos aos seus participantes mais recentes, que terão contribuído para a remuneração dos mais antigos, mas não terão o retorno do que investiram”, comenta.

De acordo com as leis brasileiras, quem montar uma pirâmide financeira pode ser punido com seis meses a dois anos de prisão e multa. Porém, castigos mais pesados estão sendo estudados, e a pena pode chegar a dez anos de cadeia. Para Pascoal, visto que é muito difícil recuperar o dinheiro e tempo investido em uma fraude desse tipo, o internauta precisa tomar cuidado e pesquisar bastante antes de aceitar qualquer oferta de emprego que seja boa demais para ser verdade.

“A maior recomendação que pode ser feita é que sempre que se pretende ingressar em um negócio, o interessado deve investigar a empresa, colher o máximo de informações possível, principalmente sobre os produtos ou serviços por ela oferecidos, além da resposta do mercado a eles. Conversar com outros revendedores, tomar conhecimento pormenorizado sobre a política de remuneração e se atentar para casos em que se oferece muito dinheiro em pouco tempo também são medidas que podem evitar enormes transtornos no futuro”, conclui.

Fonte: Tecmundo[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Google homenageia o Dia Internacional da Mulher

[vc_row][vc_column width=”1/1″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Google homenageia o Dia Internacional da Mulher

[/vc_column_text][thb_gap height=”12″][vc_video link=”https://www.youtube.com/watch?v=ztMIb6nEeyg”][thb_gap height=”32″][vc_column_text]O Dia da Mulher ganhou uma homenagem do Google em forma de Doodle. Mais do que uma arte brincando com a logo da empresa na página do buscador, a celebração veio em forma de uma super campanha apresentada no mundo inteiro. A ação ganhou o nome de #OneDayIWill, ou seja, #UmDiaEuVou, e estimula mulheres a compartilharem os seus sonhos nessa data.

O Doodle de hoje não é uma imagem ou animação, mas sim um vídeo, de pouco mais de 1min20 de duração, contando, brevemente, os desejos de 58 mulheres, de 13 cidades. Além deste vídeo, há também diversos outros no YouTube do Google, divididos pelas cidades visitadas, com o desejo de cada uma das mulheres entrevistadas; 337 ao todo. É possível assistir a todos no canal oficial.

Nos últimos anos, os Doodles comemoraram os feitos de mulheres na ciência, direitos humanos, jornalismo, esports, artes, tecnologia e muito mais. É uma honra homenagear quem mudou a história, mas neste ano quisemos celebrar as mulheres do futuro. Então jutamos nossas câmeras e lápis e visitamos 13 países, onde falamos com 337 mulheres e pedimos que elas completassem a frase: Um dia eu vou…, explica o Google.

San Francisco, Cidade do México, Lagos, Carico, Berlin, Londres, Paris, Jacarta, Rio de Janeiro, Nova Deli e Tóquio foram as cidades escolhidas para a ação, que foi idealizada por Lydia Nichols, Helene Leroux e Liat Ben-Rafael.

O projeto chegou a culturas bastante diferentes, com pessoas muito diferentes, mas com um sentimento global, que une todas nos seus sonhos: que todas as mulheres tenham voz no mundo.

Os vídeos trazem também desejos pessoais de mulheres. Alguns deles bem humorados, como uma delas, que diz que “um dia vai… nadar com os porcos nas Bahamas”. A campanha teve muitas participações nas gravações, e agora o Google mira nas redes sociais. A ideia é que no dia 8 as usuárias do buscador em todo o mundo compartilhem seus objetivos com a hashtag.

“Agora chegou sua vez. Compartilhe as suas aspirações com #OneDayIWill, e fique um passo mais perto do seu desejo. Você não sabe, mas pode ser objeto de um Doodle seu no futuro…”, diz o texto de divulgação da campanha no site do Google.

Fonte: Techtudo[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Realidade virtual será a próxima rede social, diz Zuckerberg

[vc_row][vc_column width=”1/1″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Realidade virtual será a próxima rede social, diz Zuckerberg

[/vc_column_text][thb_gap height=”12″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3652″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]Mark Zuckerberg, CEO e cofundador do Facebook, participou da apresentação dos novos smartphones da Samsung, o Galaxy S7 e o Galaxy S7 edge. O motivo? A realidade virtual.

O Gear VR é um produto que já está mercado brasileiro há alguns meses, vendido por 800 reais – e que só funciona com smartphones da linha Galaxy S6 e com o Note 5. Ele é resultado de uma parceria entre a Oculus VR (empresa criadora do Rift e que pertence ao Facebook) e a Samsung.

Zuckerberg subiu ao palco para anunciar melhorias na qualidade de imagem em vídeos do Facebook vistos no Gear VR e dizer que acredita que a realidade virtual é a próxima rede social.

Imagine se reunir com os seus amigos quando você quiser, não importa onde eles estejam”, declarou o CEO do Facebook. “Um dia, você poderá colocar um headset e ele vai mudar a forma como você vive, trabalha e se comunica.

[/vc_column_text][thb_gap height=”32″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3653″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]Zuckerberg citou a tecnologia de telas Super Amoled da Samsung como um dos principais fatores do Gear VR, em sua visão, oferecer a melhor experiência de realidade virtual em um smartphone. Ele também informou que mais de 200 apps e jogos estão disponíveis para o headset.

O executivo aproveitou para detalhar algumas novidades dos vídeos em 360 graus do Facebook, que podem ser vistos no Gear VR. O recurso chamado streaming dinâmico poderá quadruplicar a qualidade dos conteúdos, ao mesmo tempo que reduz a quantidade de banda de internet necessária para a transmissão. A novidade deve chegar à rede social nas próximas semanas.

Além dos vídeos, o Facebook tem uma equipe dedicada à criação de apps sociais para a realidade virtual. Os membros desse time trabalham juntos com os funcionários da Oculus VR na busca do ambiente social mais adequado para essa nova plataforma.

Fonte: Exame[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Twitter está prestes a estrear linha do tempo parecida com a do Facebook

[vc_row][vc_column width=”1/1″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]

Twitter está prestes a estrear linha do tempo parecida com a do Facebook

[/vc_column_text][thb_gap height=”12″][thb_image alignment=”center” lightbox=”” img_size=”full” image=”3562″][thb_gap height=”32″][vc_column_text]Vários usuários do Twitter passaram boa parte do fim de semana tuitando contra a rede de microblogs por causa da notícia de que o site está prestes a mudar a forma como as mensagens aparecem na linha do tempo. Em vez de mostrar tudo em ordem cronológica, como sempre fez, o Twitter pretende apelar para uma timeline mais parecida com a do Facebook.

A ideia não é novidade, há tempos se fala sobre a possibilidade de o Twitter fazer essa mudança – que, inclusive, ganhou mais força desde que o serviço implantou um recurso que mostra tweets importantes que foram enviados enquanto o usuário esteve ausente. O que despertou a ira de algumas pessoas foi a divulgação, feita pelo BuzzFeed, de que a alteração pode ser feita daqui a alguns dias.

O Twitter quer fazer com que os usuários sejam sempre recebidos por tweets “importantes”, e não simplesmente os que acabaram de ser postados. O Facebook faz isso há anos e a fórmula vem sendo apontada por especialistas como um dos motivos do sucesso de Mark Zuckerberg, embora a imagem de uma máquina controlando o que será mostrado geralmente deixe internautas desconfiados.

O Verge conversou com pessoas que entraram na fase de testes da novidade e nenhuma se mostrou realmente empolgada com o que viu. Há casos em que tweets postados há mais de 10 horas aparecem na frente de outros com minutos de vida. Além disso, quando alguém faz transmissões pelo Twitter ou posta várias mensagens de uma vez, às vezes só parte dessas mensagens é exibida no “resumo”, o que quebra completamente o fluxo.

No caso do Facebook, é possível escolher quando a exibição no feed de notícias será cronológico ou feito por meio de algoritmo. O CEO do Twitter, Jack Dorsey, garantiu que o mesmo acontecerá em seu site. Dorsey postou uma série de mensagens no sábado, 6, tentando acalmar os ânimos; sem citar quando a nova timeline entrará em operação, ele informou que o Twitter manterá o seu espírito “ao vivo”: “Twitter é tempo real. Nós adoramos transmissões ao vivo.”

Fonte: Olhar Digital[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

CONFIRA OUTRAS NOTICIAS DO BLOG