Fechar Menu

Como saber se sua conta no Twitter foi infectada

conta-do-twitter-infectada

Como saber se sua conta no Twitter foi infectada

Devido a um ataque recente de um hacker, cerca de 250 mil contas do Twitter foram comprometidas. Os usuários de tais contas ficaram expostos à ação de pessoas que tiveram acesso a informações que deveriam ser privadas. Em função do ataque, é importante saber se a sua conta no Twitter foi infectada. Para tanto, separamos algumas informações que podem ajudar você a identificar se o seu perfil foi afetado pelo hacker.

O primeiro passo para saber se o seu perfil foi atingido é relembrar se a criação da conta aconteceu no primeiro semestre de 2007, época em que a rede de microblogs possuía somente alguns milhões de usuários. Se você começou a usar o Twitter em maio daquele ano, certamente seus dados foram expostos. Caso você não tenha o registro de quando criou sua conta, basta acessar o Twitter Birthday.

Quem utiliza o Twitter via Tweetdeck ou por meio de programas de terceiros deve se preocupar a respeito do hackeamento, pois essas formas de acesso ao Twitter permitem o login mesmo sem a liberação da senha. Isso ocorre porque tais serviços recorrem a dados mascarados (tokens), os quais possibilitam o armazenamento de tweets do banco de dados do site. Sendo assim, os usuários que encontram problemas ligados à senha devem autorizar novamente todos os aplicativos no Tweetdeck. Caso a sua senha tenha sido modificada, tanto o Tweetdeck como outros serviços não funcionarão mais.

invasão de dados de contas do Twitter pode ter incluído o acesso a nomes de usuários, endereços de e-mail, senhas, tokens, dados criptografados e até informações de tráfego, tais quais visualizações de páginas. Como forma de prevenção, a rede social resetou as senhas dos perfis infectados.

Especula-se que os ataques podem ser associados à queda que o Twitter sofreu na semana em que os hackers atuaram. Ainda não há informações sobre os responsáveis, que podem ser inúmeros internautas ou um grupo específico de hackers. O perigo de ser hackeado é ainda maior para usuários que costumam usar a mesma senha em praticamente todos os sites que exigem login. Logo, é importante ter uma senha diferente para cada portal, além de dificultar a ação de hackers escolhendo letras, números e símbolos aleatórios, com um grande número de caracteres.

Você já teve problemas ligados à invasão de dados em contas no Twitter ou em outro site?

0 Comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CONFIRA OUTRAS NOTICIAS DO BLOG